vírus

Inverno aumenta o risco de Surto de Gripe. Previna-se!

Com a proximidade do inverno, a transmissão de doenças respiratórias provocadas por vírus tais como as gripes e resfriados aumentam consideravelmente. Neste ano, circulam três vírus diferentes são os mais comuns em circulação no país, o H1N1, Influenza H3N2 e Influenza B, por isso é importante investir na prevenção.

Como se prevenir do vírus

“A Para ajudar na prevenção é recomendável que todas as pessoas com mais de 6 meses de idade tomem a vacina. Ela não oferece riscos e garante a imunização contra a doença. Somente não devem se vacinar as pessoas que tem alergia a ovo, todas as demais devem ser imunizadas”, explica o infectologista Dr. Lucas Darrigo.

Além de tomar a vacina outras medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de contágio são evitar aglomerações, lavar sempre as mãos, lavar as narinas com produtos de higiene nasal à base de soro fisiológico, arejar o ambiente, higienizar maçanetas, telefones e outros objetos com álcool gel e não dormir no mesmo quarto de uma pessoa contaminada. Também é importante que pessoas infectadas e cubram a boca e o nariz com um lenço de papel ou com o antebraço ao espirrar ou tossir.

A vacina é gratuita?

O Governo está oferecendo gratuitamente a vacina contra a gripe nas unidades básicas de saúde de todo o país para as pessoas que fazem parte do grupo considerado de risco. As demais pessoas têm a opção de procurar clínicas particulares tais como o Centro de Vacina Hospital Pró-Infância.

Mas se apesar de todos os cuidados a pessoa já contraiu o vírus o ideal é manter uma boa alimentação, hidratação e repouso. “Se os sintomas forem muito fortes, é importante procurar orientação médica. A automedicação também deve ser evitada”, conclui.

Cuidados com Crianças também devem ser redobrados

Por frequentarem escolinhas, creches e outros ambientes com concentração de pessoas, as crianças estão mais expostas aos vírus das gripes e resfriados, por isso merecem atenção especial.

Ao voltar da rua, os pais devem sempre lembrá-las de lavar as mãos, bem como higienizar as narinas com produtos de higiene nasal a base de soro fisiológico.

Caso a criança já esteja gripada, os sintomas podem ser tratados com anti-térmicos e descongestionantes, mas é importante que ao perceber que não está ocorrendo melhora os pais busquem auxilio médico. Também é recomendável oferecer alimentação, mas não obrigá-la a comer e manter uma boa hidratação.

Qual a diferença entre Gripe e Resfriado?

O resfriado costuma ser uma doença bem mais leve que a gripe. Geralmente não altera o estado geral do paciente e o principal problema é o incomodo da coriza, do espirro do entupimento nasal. Já os quadros gripais costumam vir acompanhados de febre, dor de cabeça e no corpo.

“Costuma-se dizer que no resfriado o paciente precisa do lenço e na gripe ele precisa do lençol”, disse Dr. Lucas.

Sobre o autor(a):

Deixe um Comentário

START TYPING AND PRESS ENTER TO SEARCH